GRADUAÇÃO

EDUCAÇÃO

Por que fazer

O estudante do curso de Licenciatura de História será capacitado a compreender os elementos culturais que constituem as identidades: todas as transformações dos espaços geográficos, que resultam das relações socioeconômicas e culturais e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, sempre fazendo a associação a diferentes grupos, às oposições de interesses e os movimentos sociais.

Com uma grade diferenciada, o estudante terá atividades que levam à reflexão constante e laboratórios diversificados são utilizados para formar profissionais flexíveis e dinâmicos, preparados para empreender mudanças em sua atuação educativa.

Assim o estudante poderá utilizar os conhecimentos históricos para compreender o impacto das transformações técnicas e tecnológicas nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social, favorecendo a atuação consciente do indivíduo na sociedade e valorizando os fundamentos da cidadania.

Perfil profissional

O licenciado em História será um profissional que estimula, problematiza, questiona e reconhece que a construção do conhecimento parte da dúvida, e não de uma certeza. A partir de ambientes de reflexão e laboratórios focados em diferentes estímulos, o que inclui até realidade virtual, o estudante será capaz de transpor didaticamente o conteúdo acadêmico para o Ensino Fundamental II e Ensino Médio, com o auxílio de novas técnicas e tecnologias de ensino.

Área de atuação

Com o diploma do curso de Licenciatura do curso de História, o profissional poderá atuar nas seguintes áreas:

Docente em escolas de Ensino Fundamental e Médio – Ao final do curso o licenciado estará apto a expor de forma didática os conteúdos aprendidos durante o curso.

Cargo de diretoria ou coordenação em instituições de ensino – Você pode atuar em áreas de gestão escolar.

Prestação de consultoria – Você poderá atuar em diversos segmentos que necessitam de avaliação relacionada a conteúdos históricos como: filmes, novelas e documentários.

Pesquisa – Com temas variados, você poderá trabalhar com pesquisa em institutos e universidades e produzir conteúdos relacionados ao tema como: artigos e livros.

Por que fazer

Os profissionais licenciados em Letras contam com um vasto mercado de trabalho e dificilmente ficam descolocados. Seja em escolas (de ensino regular ou de idiomas), em empresas de revisão e tradução, na área de pesquisa acadêmica ou até mesmo em comunicação, escolher fazer a Licenciatura em Letras vai possibilitar que você seja um profissional versátil, podendo contar, ainda, com um diploma de sobrenome das melhores universidades que a Rede Laureate dispõe.

Perfil profissional

Licenciatura em Letras irá expandir seu entendimento sobre os fatos da língua e das linguagens, bem como sua aplicação em problemas de ensino e aprendizagem. Você irá desenvolver inúmeras habilidades e reter conhecimento de uma forma simples, prática e objetiva, sem ter que sair de casa e nos horários em que puder estudar.

O licenciado em letras terá maleabilidade e facilidade de encontrar excelentes oportunidades no mercado, atuando como docente do ensino fundamental II e médio,sendo também possível atuar como docente universitário após especialização. Além disso, poderá se aplicar em uma vasta área de pesquisa da linguagem, nacional ou internacionalmente, tendo oportunidades na área de revisão, tradução, produção e edição de textos.

Área de atuação

As áreas de atuação do licenciado em Letras são múltiplas e estão sempre em ampliação. Além de dar aulas de língua portuguesa e literatura em escolas, as oportunidades de trabalho existem também em editoras – para fazer a preparação de originais, revisar e traduzir textos –, na área de interpretação e produção de textos (escrevendo livros, crônicas, blogs etc.), assim como em assessoria de imprensa, agências de comunicação e uma possível carreira em secretariado. Para ter um melhor panorama, veja mais algumas áreas de atuação a seguir:

Escola de idiomas.

Escolas de Ensino Fundamental e Médio.

Curso preparatório para concursos e vestibular.

Universidades.

Editoras.

Agências de publicidade, comunicação e mídias sociais.

Emissoras de TV e rádio.

Empresas privadas, seja no departamento de comunicação ou na área de secretariado.

Eventos e ONGs.

Por que fazer

Se você tem vontade de atuar na educação para qualquer idade, esse é seu curso ideal. A seguir, veja como você pode desenvolver uma carreira nessa área:

Acompanhar e avaliar o processo de ensino e aprendizagem, assim como as aptidões de cada estudante.

Treinar e coordenar equipes em empresas privadas.

Desenvolver práticas e conteúdos escolares específicos para crianças, jovens e adultos com deficiência.

Atuar na administração de instituições escolares assim como recursos humanos e financeiros.

Orientar, supervisionar e capacitar professores.

Verificar o cumprimento dos currículos e das diretrizes educacionais na instituição escolar.

Orientar estudantes quanto à escolha profissional.

Perfil profissional

O perfil do estudante graduado em Pedagogia implica em ser um profissional capaz de ensinar, tanto no âmbito escolar como em espaços não-escolares, assim como investigar, refletir, gerar conhecimento, gerir variáveis relacionadas à atividade docente. É um profissional que aprende de forma autônoma e contínua, atuando inter/multi/transdisciplinarmente e trabalhando em equipes multidisciplinares. Além disso, o profissional licenciado em Pedagogia tem suas atividades pautadas na ética e na solidariedade, enquanto ser humano, cidadão e profissional.

Área de atuação

Os caminhos profissionais do estudante que cursar Licenciatura em Pedagogia, serão muito diversificados. A seguir, confira alguns deles:

Área de Educação: Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Educação de Jovens e Adultos, ministrando aulas ou oferecendo orientação educacional, assim como em espaços não escolares, como museus, editoras e ONGs.

Área administrativa: gestão escolar e tecnologia da educação.

Pesquisa científica: com o estudo de temas que podem auxiliar na área de educação e nas demais áreas em que a pedagogia é praticável.

Área hospitalar: com o desenvolvimento de atividades e auxílio nas brinquedotecas, atuando com crianças e adolescentes doentes.

Conheças as possibilidades do mercado de trabalho:

Professor – leciona nas cinco primeiras séries do Ensino Fundamental.

Pedagogo empresarial – desenvolve treinamentos e capacitação de funcionários de empresas.

Pedagogo social – desenvolve atividades e conteúdos específicos para ONGs.

Pedagogo para educação especial – desenvolve práticas e conteúdos escolares específicos para crianças, jovens e adultos com deficiência.

Orientador vocacional – apoia e orienta estudantes quanto à escolha profissional.

Orientador educacional – provê assistência aos estudantes com o uso de métodos pedagógicos e psicológicos.

Supervisor educacional – orienta professores e educadores, assim como avalia seu trabalho para melhorar a qualidade do ensino.

Administração de instituições de ensino – gestão dos recursos humanos e financeiros.

Educação a distância – planeja, coordena e desenvolve materiais para veiculação em cursos.

Por que fazer

Esse curso deve ser feito por quem deseja ampliar sua atuação profissional, não ficando restritos apenas às aulas. Com a Segunda Licenciatura em Pedagogia, você estará apto a utilizar metodologias diferenciadas que contemplem e atendam às questões da diversidade e da inclusão na escola, estando melhor preparado para enfrentar a competitividade do mercado de trabalho e atender, com excelência, as necessidades educacionais de sua comunidade.

Perfil profissional

Para o profissional que possuir a Segunda Licenciatura em Pedagogia, serão exigidas algumas habilidades. Confira:

Ampliação dos domínios técnicos e teóricos para ampliar sua atuação profissional, não ficando restritos apenas às aulas.

Formação como um gestor capaz de planejar, executar e coordenar atividades educacionais.

Qualificação como docente e gestor para a utilização de metodologias diferenciadas que contemplem e atendam às questões da diversidade e inclusão na escola.

Desenvolvimento de formação ética, pautada na responsabilidade social, com vistas a construção de uma sociedade inclusiva, justa e solidária, ao exercer suas atividades nas áreas e/ou campos profissionais: docência, gestão e produção e difusão de conhecimentos.

Área de atuação

O profissional graduado com a Segunda Licenciatura em Pedagogia poderá atuar em várias áreas, confira algumas delas a seguir:

Docência na Educação Infantil e/ou Ensino Fundamental e Médio, dependendo da graduação anterior.

Gestão, coordenação e direção de escolas, trabalhando com a inclusão e a diversidade no ambiente escolar.

Produção de materiais didáticos e de conhecimento em geral na área.

NEGÓCIOS

Por que fazer

O curso de Bacharelado em Administração deve ser feito por aqueles que já tem ou desejam desenvolver uma visão ímpar de gestão de negócios, a partir do conhecimento dos métodos e dos instrumentos mais importantes para atingir sua principal meta: resultados de excelência nas áreas de finanças, de pessoas, de mercado, de clientes, de vendas e de negociação em geral.

O estudante que concluir esse curso estará preparado para empreender, controlar e gerenciar as atividades administrativas do dia a dia nos setores públicos ou privados, assim como de instituições sem fins lucrativos (ONGs). Além disso, com o Bacharelado em Administração é possível trabalhar em consultorias exercendo diversas funções, principalmente considerando o desenvolvimento de técnicas de vendas que essa graduação irá proporcionar.

Perfil profissional

O Bacharel em Administração é extremamente importante no mercado, independentemente da situação econômica, pois saberá atuar com excelência em qualquer contexto nas diversas áreas dentro das empresas. Além disso, o profissional dessa área é:

gestor, sabendo reconhecer e definir problemas, equacionar soluções, planejar e atuar preventivamente, além de pensar estrategicamente, transferindo e generalizando conhecimentos, introduzindo, também, modificações no processo produtivo;

empreendedor, podendo abrir e administrar sua empresa;

consultor, auxiliando empresas a atingirem resultados esperados a partir de uma gestão eficiente e eficaz;

desenvolvedor de planos de negócios e planejamentos financeiros, implementando sua produção;

analista do mercado, da concorrência e do cenário político e econômico;

negociador, desenvolvendo tanto expressão quanto comunicação.

No decorrer de sua carreira, o profissional dessa área poderá se especializar na atividade que preferir, pois o curso proporcionará todas as ferramentas necessárias para tal.

Área de atuação

As áreas de atuação do Bacharel em Administração são diversas, ou seja, o administrador tem rápida colocação e recolocação no mercado de trabalho, pois todas as áreas precisam de bons administradores. A seguir, confira algumas delas:

Administração de Material.

Administração Patrimonial.

Administração de Produção.

Administração de Sistemas de Informação.

Administração e Seleção de Pessoal.

Administração Esportiva.

Administração Financeira.

Administração Hospitalar.

Administração Hoteleira.

Administração Mercadológica ou Marketing.

Administração Orçamentária.

Organização, Métodos, Sistemas e Programas de Trabalho.

Relações Industriais.

Além disso, o Bacharel em Administração pode seguir carreira docente ou comercial (incluindo comércio exterior), além de atuar em recursos humanos, em gestão mercadológica, em negócios internacionais, em gestão de pessoas e finanças, podendo até chegar na área de administração geral de uma empresa.

Por que fazer

Com o Bacharelado em Ciências Contábeis, o estudante graduado será capaz de compreender as diversas questões que cercam a contabilidade de organizações em geral, independentemente da área ou do porte que apresentarem. Nesse curso serão desenvolvidas: a visão crítica, a capacidade técnica e a gestão dinâmica dos ambientes econômicos e financeiros, tornando o Bacharel em Ciências Contábeis apto a enfrentar o mercado de trabalho.

Ao se graduar nessa área, o profissional dominará as responsabilidades funcionais de uma empresa, sendo apto a realizar auditorias, arbitragens, apurações, perícias, entre outras funções necessárias para gerir a parte financeira de um negócio, tomando decisões estratégicas e conduzindo a organização em questão à eficiência e eficácia que somente um bom gestor financeiro pode propiciar.Além disso, com a Graduação em Ciências Contábeis, o profissional estará apto para tirar o Certificado do Conselho de Contabilidade.

Perfil profissional

O Bacharel em Ciências Contábeis também é chamado de contador, podendo trabalhar de maneira autônoma e contando com uma grande facilidade em se colocar no mercado de trabalho.

Como funcionário de uma empresa, o contador exercerá funções específicas, como contador de custos ou contador geral, auditor interno, analista financeiro, entre outras. Entretanto, se pretender trabalhar como autônomo poderá atuar, além das funções citadas anteriormente, como auditor, perito contábil e investigador de fraudes, por exemplo.

Caso opte por ser servidor público, o Bacharel em Ciências Contábeis poderá ser agente fiscal do município, do estado ou da união, incluindo a função de auditor em tribunal de contas.

Ainda podendo seguir carreira acadêmica, o contador poderá ser docente, pesquisador e palestrante ou conferencista.

Área de atuação

O Bacharel em Ciências Contábeis poderá:

gerenciar contas de empresas, gerindo seus patrimônios;

trabalhar como contabilista;

elaborar e implementar planos de negócios;

apoiar o desenvolvimento de planos de investimento;

fiscalizar e auditar as contas de uma empresa;

controlar e planejar os gastos relacionados ao meio ambiente para avaliar o desempenho ambiental da empresa (Contabilidade ambiental);

registrar e analisar as operações financeiras e patrimoniais de uma empresa, acompanhando todas as transações da organização (Contabilidade gerencial);

coordenar e controlar os registros de negócios da empresa (compras, vendas, investimentos e aplicações), fornecendo uma visão precisa do patrimônio;

coordenar as operações fiscais e financeiras de empresas públicas e privadas;

registrar os fatos e os atos administrativos, responsabilizando-se pelo pagamento de tributos;

ministrar aulas em cursos técnicos e treinamento a funcionários de empresas na área contábil;

ministrar aulas no ensino superior, desde que curse uma pós-graduação.

Por que fazer

Para identificar todas as etapas inerentes aos processos de importação e exportação;

Para analisar e interpretar a dinâmica regulamentadora do comércio exterior brasileiro, nas áreas de despacho aduaneiro, cambial e tributária propondo soluções integradas que contribuam no aumento do desempenho empresarial;

Para trabalhar a internacionalidade de forma abrangente, reunindo as melhores práticas pedagógicas mundiais.

Perfil profissional

Você desenvolverá competências relacionadas às atividades de comércio exterior e negócios internacionais. O curso é destinado, também, às lideranças do setor público organizadores de ações estratégicas internacionais de estado e municípios; consultores e assessores das diversas áreas do comércio internacional; analistas jurídicos que trabalhem com a legislação aplicável ao comércio, entre países e blocos econômicos.

FUNÇÕES EM QUE VOCÊ PODE ATUAR:

Ao se formar, você poderá atuar em operações internacionais, tais como:

Área aduaneira: despacho e legislação aduaneira, exportação, importação de produtos e serviços; contratos e logística internacional; prospectar e pesquisar mercados, definir plano de ação, negociar e executar operações legais, tributárias e cambiais inerentes ao processo de exportação e importação.

Área tributária e cambial: controlador de fluxos de embarque e desembarque de produtos, providencia documentos e identifica os melhores meios de transportes, bem como realizar transações cambiais.

Área de atuação

Empresas nacionais e multinacionais

Comerciais importadoras e exportadoras

Bancos

Agentes logísticos

Comissários de despacho

Transportadores internacionais

Por que fazer

Cada vez mais as organizações e instituições necessitam se adequar às normas ambientais nacionais e internacionais, em função do aumento das exigências dos consumidores e das sociedades. Além disso, é preciso também investigar danos ambientais e elaborar soluções para reduzi-los e até cessá-los.

A área de gestão ambiental é vista, progressivamente, como um investimento para as organizações, sendo considerada um importante fator de vantagem competitiva no mercado concorrencial, estando em plena expansão e desenvolvimento no Brasil e no mundo. Logo, o Tecnólogo em Gestão ambiental irá se deparar com um mercado aquecido e à procura de profissionais qualificados.

Perfil profissional

O Tecnólogo em Gestão Ambiental estará apto a gerir problemas que envolvam o meio ambiente, visando um desenvolvimento sustentável. Sendo responsável por garantir tanto a preservação do meio ambiente quanto o uso/consumo consciente dos recursos naturais, o gestor ambiental deverá possuir habilidades e competências basilares, como você pode conferir a seguir.

Visão holística da questão ambiental e de seus desdobramentos.

Compreensão, diagnóstico, análise de problemas e identificação de oportunidades na área ambiental.

Contribuição para a preservação do meio ambiente e a conscientização da população ao elaborar e implantar políticas e programas de educação ambiental.

Inovação, planejamento, organização, execução e avaliação dos projetos ambientais implementados pelas instituições e organizações.

Liderança e execução de projetos de treinamento e educação ambiental nas instituições e organizações.

Realização de estudos e elaboração de relatórios sobre impactos e riscos ambientais.

Condução de atividades zelando pelo bom desempenho e pela eficiência organizacional, baseado na sustentabilidade ambiental, econômica e social.

Liderança de equipes interdisciplinares.

Promoção de inovações e difusão de conhecimentos e tecnologias em gestão ambiental.

Área de atuação

As possibilidades de trabalho em gestão ambiental são diversas, como temas relacionados aos recursos hídricos, biodiversidade, energia, auditoria e certificação, riscos e desastres, resíduos e reciclagem, dentre outros. O Tecnólogo em Gestão Ambiental também encontra campo de trabalho em secretarias do meio ambiente, fazendas e agroindústrias, trabalhando, principalmente com a implantação e a fiscalização de políticas públicas.

Alguns exemplos de atuação do Gestor Ambiental são:

em organizações e instituições públicas, privadas e do terceiro setor;

em comércios, serviços e indústrias, assim como nas diferentes etapas da cadeia produtiva;

como prestador de serviços de consultoria especializada;

como elaborador de Políticas Públicas;

como empreendedor da área de negócios sustentáveis.

Por que fazer

O curso de Tecnologia em Gestão Comercial deve ser feito por quem se interessa em atuar ou que já atua na área comercial, tendo como objetivo operar nos processos de comercialização tanto em varejo quanto em atacado, representando esses segmentos e considerando a flexibilidade exigida para atuar nessa área. Tudo isso, a partir do desenvolvimento de talentos e competências a partir da graduação.

Perfil profissional

Destinado para quem quer atuar como gestor comercial, exercendo o cargo de assistente comercial, de crédito, de compras, consultor de vendas e gerente comercial, e para quem quer atuar como autônomo, prestando consultoria para empresas ou gerenciando o próprio negócio como representante comercial, o curso de Tecnologia em Gestão Comercial vai ajudar você a se destacar no mercado.

O profissional da área irá desenvolver sua visão estratégica, sabendo como e quando construir soluções, gerir relacionamentos e criar vantagens competitivas. Tudo isso, considerando como outras áreas relacionadas ao comercial afetam o desempenho da organização em questão.

Além disso, o Tecnólogo em Gestão Comercial poderá:

desenvolver processos e métodos para aumentar a rentabilidade e a produtividade;

desenvolver planejamentos de venda de produtos ou de serviços;

definir estratégias comerciais no varejo, nos serviços ou nas indústrias;

desenvolver capacidade de gestão de equipes comerciais;

prestar consultorias para lojas, serviços ou comércio em geral;

abrir sua empresa de representação comercial;

definir estratégias de preços e local de vendas.

Área de atuação

Com ampla gama de opções de atuação, o profissional que cursar Tecnologia em Gestão Comercial poderá atuar no varejo, no atacado, em serviços, em diversos tipos de indústria e também com consultoria. As funções específicas são diversas e podem ser conferidas a seguir.

Assessoria comercial de micro ou pequenos negócios (regional ou local).

Criação e manutenção de relacionamento com os clientes.

Representação comercial.

Planejamento econômico financeiro e tributário.

Controle e oferecimento de padrões de qualidade.

Supervisão e gestão de vendas e de sua equipe.

Gestão de benefícios aos clientes e à empresa, incluindo relacionamento.

Atuação em setores de comércio e de serviço, seja em varejo ou em atacado.

Por que fazer

O Curso de Gestão da Qualidade, forma profissionais com capacidade sistêmica de avaliar processos e rotinas administrativas e/ou operacionais, internas e externas de uma organização, com pleno conhecimento das normas e padrões referentes aos sistemas de certificação.

No curso, os estudantes têm acesso a conteúdos sobre o ambiente organizacional e da qualidade, interagindo de forma dinâmica, via fóruns e web conferências. Além disso, desenvolvem Projetos Integradores, pautados em métodos científicos e pedagógicos que integram teoria e prática, reforçando as ações empreendedoras e estimulando a criatividade e a inovação.

Há ainda o programa de intercâmbio, que possibilita ao estudante frequentar cursos de curta duração fora do Brasil, em universidades da Rede Laureate, compartilhando experiências e conhecimentos.

Perfil profissional

O Curso Gestão da Qualidade tem como objetivo formar profissionais dinâmicos e diferenciados na área de Qualidade. O estudante será preparado para compreender que as necessidades atuais e futuras das organizações demandam uma gestão equilibrada dos sistemas social, econômico e ambiental.

O profissional formado desenvolverá as competências: empreendedora, gestora, técnica, proativa e de interação em diversas mídias eletrônicas, estando apto a planejar e implementar projetos e processos de Qualidade.

Área de atuação

O profissional poderá atuar em diversos segmentos e posições no mercado de trabalho, como:

empresas de planejamento, desenvolvimento de projetos, assessoramento técnico e consultoria;

empresas em geral (setores industrial, comercial e de serviços);

órgãos públicos;

institutos e centros de pesquisa;

instituições de ensino (mediante formação requerida pela legislação vigente).

Por que fazer

As performances da gestão de pessoas são múltiplas, por isso, a Laureate se preocupa em desenvolver competências e habilidades do tecnólogo dessa área sem deixar de considerar as transformações na sociedade, nas empresas e nos colaboradores.

O Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos irá atuar em processos tanto de recursos humanos quanto de comportamento organizacional, sendo parte importante da satisfação dos funcionários e do desenvolvimento das organizações.

Perfil profissional

O Tecnólogo em Gestão de Recursos humanos estará apto para aperfeiçoar, analisar, implementar e sugerir novos modelos de gestão de pessoas de forma responsável, assumindo riscos e inovando a área.

O profissional dessa área irá recrutar e selecionar pessoas, acompanhar e desenvolver cargos e salários, oferecendo treinamentos e desenvolvimento a partir de avaliações de desempenho, rotinas de pessoal, benefícios, gestão de carreiras, planejando e gerenciando as diferentes áreas de gestão de pessoas. Além disso, existem algumas funções específicas do profissional dessa área, como:

saber motivar, liderar, negociar e solucionar conflitos;

desenvolver e gerenciar planos de carreira nas empresas;

lidar com equipes de trabalho e administrar conflitos;

elaborar planos de recrutamento, seleção, avaliação e treinamento de pessoal;

definir perfis profissionais para as diferentes áreas da empresa;

dominar as técnicas de gerenciamento de pessoas;

desenvolver treinamentos e criar ações de motivação;

gerir os direitos trabalhistas: folha de pagamento, tributos e benefícios;

administrar os motivos de desligamento por demissão ou aposentadoria;

administrar processos organizacionais;

analisar estratégias da empresa;

gerir programas de saúde no trabalho.

Área de atuação

O estudante formado no curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, terá segurança em atuar de forma eficiente em diversas áreas, como as mencionadas a seguir:

departamento de Recursos Humanos de empresas privadas (pequenas, médias ou de grandes porte, dos variados segmentos);

instituições públicas (governo);

empresas de consultoria;

empresas de recolocação de profissionais;

desenvolvimento de gestão de carreiras.

A seguir, confira cargos e funções que podem ser exercidos pelo Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos.

Gerente de Recursos Humanos.

Supervisor ou Analista de recrutamento e seleção.

Supervisor ou Analista de cargos e salários.

Supervisor ou Analista de treinamento e desenvolvimento de pessoal.

Técnico de recrutamento e de treinamento em cargos e salários.

Assistente de departamento de pessoal.

Analista de mercado de mão de obra.

Por que fazer

O curso de Tecnologia em Gestão Financeira com a mais moderna metodologia em educação a distância para que você esteja preparado para atuar na gestão de finanças. Em sua rotina, o Tecnólogo em Gestão Financeira aplica métodos, técnicas e conceitos econômico-financeiros nos processos de tomada de decisão, sempre partindo de estudos de viabilidade econômica, com o objetivo de otimizar os investimentos e a captação de recursos.

Perfil profissional

O tecnólogo em Gestão Financeira irá utilizar métodos, técnicas e conceitos econômico-financeiros em sua rotina, sempre atento às mudanças econômicas e tecnológicas, objetivando a otimização de investimentos. O profissional também analisará demonstrações financeiras e elaborará estudos de viabilidade.

Área de atuação

O tecnólogo em Gestão Financeira poderá atuar nas seguintes áreas:

empresas públicas e privadas;

organizações sem fins lucrativos;

mercados de capitais;

empresas de economias mistas;

ONGs;

cooperativas;

consórcios empresariais.

Por que fazer

O curso de Tecnologia em Gestão Pública deve ser feito por quem tem interesse em trabalhar com políticas públicas que impactam demandas coletivas, como construção de moradias, de estradas, ou campanhas de alfabetização ou de fomento a cultura. O Tecnólogo em Gestão Pública estará apto a identificar problemas e buscar alternativas para elaborar a melhor solução a partir de instrumentos que permitam a avaliação de políticas públicas locais.

Perfil profissional

O dia a dia do profissional formado em Tecnologia em Gestão Pública será composto por atividades como:

elaboração, coordenação e avaliação de políticas públicas;

estabelecimento de objetivos e diretrizes de políticas públicas;

organização de infraestrutura, logística e operação em campanhas de políticas públicas;

orçamento e desenvolvimento de obras públicas.

Área de atuação

A seguir, confira algumas áreas de atuação do Tecnólogo em Gestão Pública.

Ministérios, Secretarias e Agências Públicas Federais ou Estaduais;

Organizações não Governamentais (ONGs);

Fundações Empresariais;

Empresas privadas que estabelecem parceria com o governo municipal, estadual e/ou federal;

Empreendedorismo social;

Consultoria para órgãos públicos, nacionais, concessionárias públicas;

Pesquisa em Políticas Públicas.

Por que fazer

A graduação em Tecnologia em Logística deve ser cursada por quem quer trabalhar com transporte, armazenamento e distribuição nas áreas de indústria, serviço e comércio, essenciais para o funcionamento econômico do país.

Perfil profissional

O Tecnólogo em Logística trabalhará com questões relacionadas à produção, à cadeia de suprimentos, à gestão de estoques e de compras, assim como à distribuição e ao transporte. Tal, a partir de uma perspectiva de logística internacional, estando pronto para atender os clientes de forma eficiente e no menor tempo possível, garantindo qualidade desde o armazenamento até a entrega do produto. O profissional poderá tornar a empresa mais competitiva no mercado, identificando as ferramentas mais adequadas a cada fase envolvida na cadeia de suprimentos.

A seguir, conheça um pouco mais de sua rotina:

planejamento da movimentação interna de mercadorias e da distribuição entre fábricas, centros de distribuição e varejo;

entrega dos produtos aos consumidores dentro do prazo preestabelecido;

administração de materiais e recursos utilizados pela empresa;

controle e armazenamento do estoque de materiais;

otimização do uso dos espaços e redução do tempo e do custo de processos.

Área de atuação

O Tecnólogo em Logística poderá atuar em diversas áreas:

fábricas;

almoxarifados;

aeroportos;

empresas de transporte;

atacadistas e varejistas;

portos;

empresas privadas;

empresa própria;

consultoria;

setor público;

desenvolvimento de software;

autarquias e fundações;

OCIPs (Organização da sociedade civil de interesse público);

ONGs.

Por que fazer

Aliando a mais moderna metodologia de educação a distância com o renome de uma Rede de Universidades de peso em todo mundo como a Laureate, o curso de Tecnologia em Marketing irá capacitar você a agregar valor às marcas e empresas, trazendo resultados positivos tanto na venda de produtos quanto de serviços dentro de um ambiente competitivo.

Perfil profissional

No dia a dia do Tecnólogo em Marketing é preciso muito mais do que afinidade com a área, mas capacitação profissional. Para atuar no desenvolvimento de produtos ou serviços, em agências de publicidade e propaganda, no desenvolvimento de campanhas e na criação de estratégias de comunicação e desenvolvimento do mercado de forma geral, é preciso ser um profissional completo. E essa formação adequada à sua rotina diária.

Veja, a seguir, algumas tarefas que compõem a rotina do profissional de Tecnologia em Marketing:

desenvolvimento de estratégias de vendas e comunicação para antecipar e satisfazer os desejos de seus clientes (baseado em dados obtidos por meio de estudos de mercado);

construção e manutenção da boa imagem de um produto ou serviço, traçando e executando estratégias para conquistar um público leal a determinada marca;

desenvolvimento de pesquisa de mercado, coletando e analisando dados sobre o perfil do consumidor e o ambiente socioeconômico, sempre estimando o impacto do custo das ações de promoção e propaganda sobre o preço final do produto;

planejamento e elaboração da concepção de produtos;

detecção e aproveitamento das oportunidades de mercado;

administração de negócios e aumento das vendas.

Área de atuação

A seguir, confira algumas áreas de atuação do Tecnólogo em Marketing:

Marketing Estratégico – para pequenas, médias e grandes empresas de varejo, serviços e indústrias.

Marketing Operacional (desenvolvimento de produto) – indústria, bens de consumo, eletroeletrônicos, entre outros.

Marketing de Relacionamento – para fazer a gestão de todos os canais de contato com o cliente: call center, mídias sociais, site, SAC, entre outros.

Marketing Digital – para desenvolver formas de relacionamento com o cliente no meio web para todos os segmentos: varejo, serviço e indústrias.

Marketing Esportivo – para quem quer trabalhar com eventos esportivos em clubes, agências especializadas, academias, entre outros.

Marketing Político – para promover a imagem de um político ou de um candidato junto ao seu eleitorado. Trabalhar em órgãos públicos municipais, estaduais ou federais (lembrando que é preciso prestar concurso).

Marketing Social – para trabalhar em ONGs, institutos de educação e até mesmo nas áreas de responsabilidade social de grandes empresas.

Marketing Cultural – para trabalhar com patrocínios, nas áreas de relações institucionais das grandes empresas e grandes instituições culturais, como museus.

Eventos – na criação e organização de eventos nas áreas de varejo, serviços, indústria e também nas esferas municipais, estaduais e federais.

Por que fazer

Para atuar no ramo de compra e aluguel de imóveis, você precisa se capacitar e estar preparado para o competitivo mercado que o espera. Ao longo do curso de Tecnologia em Negócios Imobiliários, você não precisa deixar sua rotina de lado para se especializar na área, tornando-se capaz de organizar, planejar, dirigir e controlar transações imobiliárias em qualquer localidade, sempre considerando sua especificidade.

E para exercer a profissão de corretor imobiliário, realizar negociações e registrar imóveis e terrenos, o profissional precisará ter uma certificação denominada CRECI, exigida e regulamentada pela Lei Federal nº. 6.530/78. Por ser autorizado e reconhecido pelo Sistema COFECI – CRECI, o possibilita ao estudante realizar o estágio obrigatório, para que ao final do curso consiga solicitar o CRECI definitivo junto ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis.

Perfil profissional

A rotina do Tecnólogo em Negócios Imobiliários compreende a aplicação de conceitos de contabilidade, matemática, marketing, gestão de pessoas e muito mais. Veja a seguir algumas das principais atividades desse meio:

elaboração de planos de ação para garantir um melhor aproveitamento da oferta e da procura no mercado imobiliário;

orientação desde a escolha do terreno até as condições de ocupação do bairro ou região onde o imóvel está localizado;

garantia ao cliente ou à empresa de bons contatos e boas condições de pagamento em suas negociações;

avaliação de pontos fortes e fracos de venda, compra, permuta, locação de imóveis e administração de condomínios;

aluguel, compra, venda e avaliação de imóveis com responsabilidade social, política e econômica;

conhecimento do mercado imobiliário comercial, industrial e residencial de cada região.

Área de atuação

Confira as principais áreas de atuação do Tecnólogo em Negócios Imobiliários.

Construtoras (construção civil).

Incorporadoras.

Imobiliárias.

Empresas de loteamento e urbanização.

Administradoras de imóveis.

Administradoras de condomínios.

Escritórios de corretagem.

Advocacia na área imobiliária.

Secretaria de obras públicas.

Por que fazer

O estudante que pretende desenvolver uma capacidade inovadora para gestão de novos negócios ou até mesmo para sua continuidade, encontrou o curso certo em Tecnologia em Processos Gerenciais. Com esse curso, o Tecnólogo em Processos Gerenciais terá desenvolvidas competências técnicas e comportamentais importantes, construindo e fortalecendo suas bases para que se adeque e integre à realidade da área.

Perfil profissional

Com o curso de Tecnologia em Processos Gerenciais, você adquirirá conhecimentos para atuar como gestor, participando ativamente e de forma fundamentada no processo de tomada de decisões da empresa ou do seu próprio negócio. Tudo isso, agindo com eficiência e lucratividade.

Veja, a seguir, algumas atividades que compõem a rotina do Tecnólogo dessa área:

organização, administração e gerenciamento de qualquer tipo de empresa ou negócio com eficiência e lucratividade;

análise, avaliação do mercado e definição de estratégias de gerenciamento e administração dos recursos materiais e financeiros de micro, pequenas e médias empresas;

suporte a orçamentos e investimentos;

gerenciamento do patrimônio empresarial;

curadoria do estoque de matérias-primas ou produtos finais;

análise dos cenários em empresas de diversos portes e setores.

Área de atuação

Confira, a seguir, algumas das principais áreas de atuação do Tecnólogo em Processos Gerenciais.

Administrativa, contábil, financeira, recursos humanos, marketing e vendas, entre outras, de micro, pequenas e médias empresas.

Consultorias e assessorias, até mesmo em processos gerenciais como autônomo.

Órgãos públicos municipais, estaduais ou federais.

Organizações do terceiro setor (não governamentais).

SAÚDE

Por que fazer

Esse curso deve ser feito por quem deseja atuar na gestão e na parte administrativa da saúde e de seus serviços, ou seja, para aqueles que querem trabalhar em nível gerencial em instituições da área. Sendo Tecnólogo em Gestão Hospitalar você associará o conhecimento sobre políticas públicas para saúde aos dilemas do dia a dia de uma instituição, preocupando-se com a administração de recursos, tecnologias e pessoas.

O curso de Tecnologia em Gestão Hospitalar foi moldado com a melhor tecnologia da área e pensado para quem não dispõe de muito tempo para estudar, mas deseja ser um profissional eficiente e qualificado. Com a modalidade de educação a distância você vai ter ferramentas para otimizar os conteúdos e se destacar no mercado.

Perfil profissional

O profissional graduado na área de Gestão Hospitalar se embasa em princípios humanizados, éticos e técnicos, podendo atuar em diversos setores da saúde, gerindo instituições e organizando equipes. Ainda deverá identificar prioridades, gerindo pessoas materiais e equipamentos, implementar ações inovadoras, além de acompanhar e supervisionar contratos e convênios. Tudo isso tomando cuidado com os custos e se preocupando com a logística dos processos envolvidos.

No curso oferecido, o profissional ainda poderá se manter atualizado em relação às novas ferramentas de gestão e em como utilizá-las no ambiente hospitalar e da saúde, podendo desenvolver conhecimentos e técnicas para planejamento e gestão de recursos. A eficiência de um bom gestor hospitalar é essencial para firmar o compromisso dos diversos profissionais da saúde com a sociedade.

Área de atuação

O profissional poderá trabalhar nos setores públicos e privados, com equipes multiprofissionais, aplicando conhecimentos administrativos e técnicos, propondo soluções compatíveis com a complexidade hospitalar, sem deixar de otimizar recursos humanos, financeiros e tecnológicos. As áreas ou locais de atuação do Tecnólogo em Gestão Hospitalar são:

Hospitais, maternidades e ambulatórios.

Clínicas e policlínicas.

Postos e unidades de saúde.

Empresas de exames complementares, laboratórios e farmácias.

Empresas seguradoras e de medicina de grupo.

Clínicas de estética.

A sua rotina ainda incluirá:

Atualização das novas ferramentas de gestão e de sua utilização no ambiente hospitalar e da saúde.

Desenvolvimento de conhecimentos e técnicas para planejamento e gestão dos recursos tecnológicos, financeiros e humanos em instituições na área da saúde.

Desenvolvimento do espírito empreendedor para propor e implantar estratégias inovadoras de procedimentos em instituições hospitalares.

Aumento do conhecimento sobre políticas públicas de saúde e aprendizado de como aplicá-los na organização de uma instituição de saúde.

TECNOLOGIA

Por que fazer

O estudante do Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação, auxiliando no uso da informação, nas soluções de softwares e em toda infraestrutura, de forma tática e estratégica atingindo as expectativas dos usuários.

Oferecendo ao estudante técnicas e ferramentas relacionadas ao gerenciamento dos dados internos e externos, o curso TI prepara o estudante para a análise de informações importantes, que serão utilizadas na tomada de decisão na empresa, desde o nível operacional ao estratégico. O profissional formado neste curso estará habilitado em implantação, documentação e gerência dos sistemas, bem como na gestão apropriada dos recursos humanos envolvidos em todo o processo.

Perfil profissional

Além de ser capaz de transformar dados em informações relevantes para tomada de decisão, ao concluir este curso, o profissional também terá desenvolvido competências relacionadas a gestão e governança de tecnologia, gestão de equipes, liderança, comunicação e planejamento. Essas competências o qualificarão para trabalhar na melhoria contínua e na maximização dos resultados dos negócios com qualidade, aumentando a produtividade e reduzindo custos.

Área de atuação

O Gestor da Tecnologia da Informação poderá atuar em diversos ramos, como por exemplo:

empresas que tenham área de TI.

instituições de ensino.

instituições de saúde.

consultorias.

Por que fazer

No Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, o estudante estará apto a acompanhar as tendências tecnológicas e verá a teoria alinhada à prática, facilitando a fixação do conhecimento.

O curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas proporciona ao estudante explorar, expandir e reger os recursos tecnológicos, contribuindo para o aumento de sua competitividade no mercado de trabalho.

Perfil profissional

O analista e desenvolvedor de sistemas deve ter como base a Tecnologia da Informação para estar intimamente ligado ao negócio e ao objetivo da empresa.

Ao concluir o curso, o tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas se tornará um profissional com conhecimento técnico, capaz de planejar ações a curto, médio e longo prazo.

Capacidade de análise e desenvolvimento, raciocínio lógico e tomada de decisão são habilidades que o profissional terá adquirido ao término do curso e que o diferenciarão no mercado. Assim, ele poderá atuar de forma ativa, contribuindo para que a área de Tecnologia da Informação deixe de ser reativa e passe a ser estratégica.

Área de atuação

A área de atuação do profissional de Análise e Desenvolvimento de Sistemas é ampla, por conta da dependência tecnológica do mercado atual. O analista e desenvolvedor de sistemas poderá atuar em praticamente todos os setores da economia, da educação à indústria, podendo atuar em:

empresas;

indústrias;

hospitais;

serviços;

escolas.

Ou, ainda, como programador, analista, desenvolvedor ou profissional de redes.

TURISMO E HOSPITALIDADE

Por que fazer

Para atuar nos diversos segmentos que requerem altos padrões de qualidade e exigência;

Para identificar desafios, mudanças e oportunidades no setor da hospitalidade;

Para articular soluções inovadoras, adaptando-se às exigências do mercado em contínuo avanço tecnológico.

Perfil profissional

Destina-se a interessados em iniciar ou evoluir em carreiras de gestão ou desenvolver projetos de negócios na área de hotelaria e que, para tal, necessitem de adquirir ou atualizar conhecimentos técnicos e de gestão neste domínio.

FUNÇÕES EM QUE VOCÊ PODE ATUAR

Gestão: administrar estabelecimentos turísticos; contratar, orientar e supervisionar colaboradores; gerenciar viagens, exposições e congressos.

Planejamento: programar a construção e instalação de resorts, hotéis e pousadas, levando em consideração sua localização, o potencial turístico da região e a infraestrutura do local.

Organização: providenciar e organizar a infraestrutura para eventos; coordenar acomodação, alimentação, segurança e transporte de participantes de eventos; organizar eventos como feiras, congressos, exposições, convenções; coordenar a preparação de refeições em hotéis e restaurantes.

Área de atuação

Redes de hotéis

Hotéis boutique

Resorts

Bancos

Instituições financeiras de crédito

Administração de condomínios

Empresas de catering

Restaurantes

Grifes internacionais

Shoppings

Veja Também: